• FLAG-7-SEMANA DA LEITURA
  • bandeira-P2 HOME
  • 3ma
  • 4ma
  • 5ma
  • bandeira-P6 HOME
  • 10

Imprimir

Maior Aula do 8º ano

ligado . Publicado em Informações

Os alunos das turmas do 8º ano, da Escola Secundária de Caldas de Vizela, aceitaram o desafio da ONU, e tendo por base os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), desenvolveram diferentes atividades apresentando-as à comunidade escolar em forma da "Maior Aula do 8º ano".

As disciplinas envolvidas mobilizaram conteúdos curriculares trabalhados simultaneamente, potencializando as aprendizagens essenciais em articulação com o perfil do aluno à saída da escolaridade obrigatória. Cada turma trabalhou três dos ODS e o produto final, que espelhou de forma exímia a transversalidade e flexibilidade curricular, mas, acima de tudo a inclusão efetiva, foi apresentado à comunidade escolar, no dia 24 de janeiro, durante a manhã.

A atividade teve início com a apresentação de vários vídeos elaborados pela turma I do 8º ano, alusivos aos ODS 1, 2 e 13, pobreza, fome e ambiente. Tratando-se de uma turma de ensino articulado da música, os alunos cantaram e tocaram a música "We are the world" que aborda os temas referidos. Em paralelo, para divulgar os ODS de forma divertida fizeram um jogo em formato digital para poupar os recursos da Terra. Este jogo ficará disponível na biblioteca da escola.

A turma F do 8º ano, dinamizou o projeto "Olha a beata" que pretende sensibilizar a população escolar e local para os problemas do tabaco. Para isso, recolheram na escola e espaço envolvente beatas que se encontravam no chão. Fizeram várias pesquisas sobre as consequências do tabaco para a saúde dos consumidores, ODS 3. Verificaram que este é produzido em países menos desenvolvidos, com recurso a mão de obra infantil e com consequências graves para o ambiente, nomeadamente a desflorestação e o esgotamento dos solos, ODS 12 e 14. Daqui resultaram cartazes de sensibilização e nasceu a letra e música o "O funk da beata", tocada e cantada no decorrer da atividade.

Por sua vez, a turma do 8ºH dedicou-se ao ODS 4 e 5 com o tema "Educação para todos". Para isso, os alunos simularam um programa televisivo, intitulado "Quer saber..." onde abordaram as diferenças no acesso à educação entre países desenvolvidos (Portugall) e países em desenvolvimento (Malawi). Tiveram ainda oportunidade de fazer uma experiência ao vivo onde mostraram que com a utilização de um filtro artesanal se pode obter água potável, sensibilizando para o ODS 6. No decorrer do "programa" entrevistaram três alunos da Universidade Sénior que partilharam as suas experiências relativamente à escola portuguesa de outrora.

Por último, o 8ºG trabalhou a questão das migrações e dos refugiados produzindo e apresentando vídeos. Deste modo, exploraram os ODS 10, 15 e 16, mostrando as causas e consequências das migrações, a forma como os emigrantes portugueses eram vistos pelos franceses nas décadas de 60 e 70, do século XX, e caracterizaram, na perfeição, a vida de um refugiado na atualidade.

Transversal a toda a atividade foi a ideia da sustentabilidade e da necessidade de preservar a nossa casa comum. Verificou-se assim, que de forma mais lúdica as aprendizagens são muito significativas, o que comprova a ideia de que a comemorar também se aprende. Encontra-se, no átrio do bloco A, uma exposição com alguns dos trabalhos realizados e com as plantas que trouxeram e simbolicamente colocaram no centro.

Se dúvidas existissem sobre as vantagens deste tipo de iniciativas, a avaliação que os alunos fazem do envolvimento, da solidariedade, do orgulho que sentiram e da forma como conseguiram mobilizar conhecimentos e construir novas aprendizagens, seriam facilmente dissipadas.

MaiorAula8anos from Bibliotecas AECV on Vimeo.

Imprimir

Funk da beata

ligado . Publicado em Informações

O projeto “Olha a beata” é um projeto do 8ºF que surgiu da necessidade sentida pelos alunos de chamar à atenção para a poluição causada por este resíduo. Após recolha das mesmas em frente à nossa escola, no primeiro período, e no espaço envolvente da escola no segundo período, foi feita pesquisa sobre o tema. Realizaram uma exposição integrada num DAC, dos oitavos anos, sobre os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável. Neste mesmo âmbito nasceu o “Funk da Beata”, escrito pelo professor de português da turma, o professor António José Pereira, tocado por 3 alunos e cantado por todos (teclas - Rui Costa, Cordas – Miguel Tavares e José Félix, que foi também a voz principal, percussão professor José António Pereira)

FUNK DA BEATA


Este é o funk da beata
Dessa mesma prisca ingrata
Que anda de mão em mão
E polui o nosso chão

Este é o funk da beata
Que passa de boca em boca
Que é fumada com paixão
E vai rolando pelo chão

Este é o funk da beata
Da que suja, da que mancha
Não o da santa devota
Que merece devoção

Refrão:
Quem vem lá?
É a beata
Queima tanto
Que a até mata

Cai no chão que nem sucata
(que fazes?)
Não atires a beata!

Em todo o lado é jogada
No passeio, na estrada
Na praia, a desgraçada
Não deixa de importunar

Quando me sento ou levanto
Lá está ela p’ro meu espanto
‘Tou tão fulo qu’entretanto
Começo a praguejar

Ela está em todo o lado
Com esse gesto indelicado
Irrefletido e errado
Uma coima vais pagar

REFRÃO
E com a lei bem aprendida
“tão concreta e definida”
Bem cantada e sabida
Vamos passar à acção

A beata quando a vires
Para o chão não a atires
Pois é hora de sentires
Que não fazes poluição

Nunca mais uma beata
A voar como acrobata

Nunca mais a prisca ingrata

Vai cair no nosso chão

 

 

 FOTO-1
 FOTO-2
 FOTO-3
Imprimir

Jardim de Infância de São João vence 3.º Prémio da Fundação Ilídio Pinho “Ciência na Escola”

ligado . Publicado em JI São João

No dia 3 de junho foi inaugurado o Jardim Sensorial do Jardim de Infância de S. João, um projeto da turma C (Triquiteiros de S. João), da professora Rosa Maria Alves, a concurso na Fundação Ilídio Pinho, sob o tema "A Ciência na Escola ao Serviço do Desenvolvimento de Portugal”. 
Com este projeto pretendia-se estimular os cinco sentidos, dando destaque à importância das crianças brincarem no exterior. Tem bem definido várias áreas, como é o caso dos pneus com ervas aromáticas, a horta, a zona de lama (cozinha de lama) e água (circuito de água), a zona de relaxamento, o caminho sensorial, a zona de estímulo à matemática, música e coordenação motora e ao mesmo tempo, despertar a consciência ambiental.  
O projeto foi passando as várias fases e acabou por chegar à final, tendo arrecadado, no final do ano de 2019, o 3º lugar no escalão 1, no valor de 2.500 Euros.
Segundo a professora Rosa Maria Alves, este prémio só foi possível, porque houve um grande trabalho de parceria com toda a comunidade (Pais e Encarregados de Educação, Autarquia, Agrupamento de Escolas de Caldas de Vizela e outras instituições), bem como uma grande dedicação por parte desta turma a este grande projeto. 
 JI S. JOÃO