• escola-slide
  • bandeira-P2 HOME
  • 3ma
  • 4ma
  • 5ma
  • bandeira-P6 HOME
  • 10

Imprimir

ERASMUS+

ligado . Publicado em Informações

O Agrupamento de Escolas de Caldas de Vizela recebe, na semana de 26 a 30 de Novembro, um grupo de alunos e professores provenientes dos seis países, no âmbito do programa Erasmus +. Esta é já a quarta reunião de trabalhos do projeto intitulado Digital Integration in the Classroom Courses e em Portugal o tema a desenvolver é o “Empreendedorismo”.

As primeiras ocorreram na Roménia em Março deste ano, na Turquia em Maio e mais recentemente na Grécia entre os dias 8 e 13 de Outubro.

Cada nova visita é uma descoberta cultural para todos os participantes e a deslocação à Grécia não foi exceção. A exiguidade do local da LTT, Lavara, bem próximo da fronteira com a Turquia, levou a que pudéssemos aproveitar a escala em Atenas para guardar, com saudade nas nossas memórias a beleza da capital da Grécia: a Acrópole, a Ágora, a Biblioteca de Adriano, o Teatro de Herodes e tantos outros locais maravilhosos.

Em Soufli, terra da seda, tivemos oportunidade de visitar um Museu da Seda e perceber como este tecido tão fino chega até nós. Foi muito interessante acompanhar todo o processo desde a “cozedura” do Koukouli (o casulo, que tem cerca de 3km de um finíssima teia), da recolha do fio até à produção de artigos de seda de tão variadas texturas e toque.

Todos os momentos foram avidamente aproveitados com manhãs de trabalho e tardes de “mergulho” na cultura grega, a música inesquecível, Alexandroupolis, Museu do Traje, Delta Evros, observação de águias no seu habitat natural e tantos outros locais, permanecerão nas nossas memórias para sempre.

IMGP7328-net

IMGP7507-net

IMGP7812-net

Imprimir

EU SEREI A ÚLTIMA

ligado . Publicado em +Livros para todo o Mundo (novidades)

LIVROS-V2

JÁ DISPONÍVEL NA 

BIB ESEC 

 CAPA Com VIDEO

SINOPSE

Um testemunho íntimo de sobrevivência, uma história terrível e inspiradora.

A 15 de Agosto de 2014 a vida de Nadia Murad mudou para sempre. As tropas do Estado Islâmico invadiram a sua aldeia, onde a minoria yazidi levava uma vida tranquila, e levaram a cabo um massacre. Executaram homens e mulheres, entre eles a mãe e seis dos seus irmãos e amontoaram os corpos em valas comuns.

Nadia, que tinha então 21 anos, foi sequestrada e vendida como escrava sexual. Os soldados torturaram-na e violaram-na repetidamente até que, numa noite, conseguiu fugir pelas ruas de Mossul.

Para que não se esqueça, porque quer ser a última a vivê-la, Nadia conta a sua história.

O que se diz...

«Nadia Murad faz parte dessa longa e invisível história de mulheres fortes e indomáveis a quem nem sequer a violação, como táctica de guerra, conseguiu vergar, que se mantêm firmes e que estão dispostas a quebrar o odioso silêncio que lhes é imposto e a exigir justiça e liberdade para os seus semelhantes.»

Times («As 100 pessoas mais influentes de 2016»)


COMPLETAMENTE ARRASADOR

Tânia | 10-06-2018

Ler este livro, uma autêntica provação da coragem humana, foi difícil lê-lo. Nadia é uma heroína não só por ter sobrevivido ao Inferno mas também porque depois disso ainda decidiu contar a sua história. Recomendo pois apesar de extremamente intenso é uma prova da sobrevivência e coragem humana.

Fonte: https://www.wook.pt/livro/eu-serei-a-ultima-nadia-murad/21041041