Imprimir

O Natal na biblioteca (2015)

ligado . Publicado em BE-Open Space (ESEC) - 2015/2016

video No âmbito do desenvolvimento da atividade "O Natal na biblioteca é SUPER", na 6ª feira passada, dia 4, a biblioteca foi ao coração de todos os que estiveram presentes nesta atividade. Foram 24 os idosos que saíram do conforto do lar da Santa Casa da Misericórdia de Vizela para estarem um pouco connosco na troca mensagens de Natal com os nossos alunos. Com o apoio de 4 técnicos da Santa Casa, tratou-se de uma atividade que permitiu, acima de tudo, uma partilha de afetos entre todos. Para conseguirmos a concretização desta atividade, foi essencial a colaboração da professora Fernanda Ribeiro que com os seus alunos do Curso de Técnico Auxiliar de Saúde do 11º ano estiveram presentes. Estes receberam, acompanharam e conviveram com os idosos de uma forma muito profissional e carinhosa. Na 2ª parte do evento, e para finalizar e celebrar este encontro geracional, a professora Marília Dionísio com os seus alunos do Clube de Saberes e Sabores, prepararam e serviram um lanche que foi de muito agrado dos nossos convidados. Toda a atividade foi registada em vídeo e em fotografia pelos alunos do 11º ano do Curso de Multimédia sob a orientação da professora Gabriela Cruz. Considerando o feedback recolhido no local junto de quem esteve presente, verifica-se que se tratou de uma iniciativa bastante apreciada e valorizada.  
Imprimir

Receção a docentes convidados do CQEP

ligado . Publicado em BE-Open Space (ESEC) - 2015/2016

Na 6ª feira, dia 27 de novembro de 2015, o CQEP do agrupamento, organizou um dia de trabalho para os docentes dos CQEP da região. A biblioteca foi convidada a participar nas boas-vindas aos visitantes. Em face disso, criamos um momento especial que pretendeu proporcionar aos participantes breves momentos de tranquilidade e de bem-estar.
Imprimir

Dia Mundial da Filosofia

ligado . Publicado em BE-Open Space (ESEC) - 2015/2016

Filosofia - Agitadora de (in)consciências...

Sem a Filosofia viveríamos em permanente contradição.

Nunca, em tempo algum, o Homem teve acesso a tanta informação, em tempo real, sobre tudo o que ocorre no Mundo.

O que fazemos com todo este capital informativo? Absolutamente nada, porque não refletimos sobre o que recebemos, nem procuramos compreender para agir. Pelo contrário fechamo-nos na nossa “bolha de convicções” em que nada se questiona, por acomodação e comodismo.

A Filosofia será neste contexto o “alfinete” provocador que irá rebentar a “bolha” protetora em que nos refugiáramos:

Refletindo

Questionando;

Agindo em conformidade.

Enfim, a Filosofia é o nosso despertador do “sono da razão” inibidor de uma prática própria do Homem!