Imprimir

A caminho do s(ab)er - parte 2

ligado . Publicado em BE-Open Space (EB) - 2015/2016

No âmbito do projeto "Histórias com vida...", abraçado pelas bibliotecas do agrupamento, desde o onício do ano letivo, e integrada nos dias abertos, preparamos a atividade "NOS CAMINHOS DO S(AB)ER (parte II), desta vez apenas na noite de 17 de março.
Para além da promoção da leitura, o projeto pretende uma aproximação à família e à comunidade, através da partilha de histórias, vivências e experiências, estimulando e desenvolvendo a consciência da importância do estabelecimento e reforço de laços, parcerias e afetos entre todos.
Sendo tão real e difícil a conjuntura que atinge todos, a partilha e a solidariedade poderão suavizar a agudeza dos tempos e criar a esperança de que ainda há esperança.
A programação e desenvolvimento desta atividade tornou-se um momento especial de partilha:
De partilha de sentimentos - nas poesias que foram declamadas pelo André (Murmúrios de Vizela de Braulio Caldas), Paula (Calçada de Carriche de António Gedeão) e Agustinha (O menino de sua mãe de Fernando Pessoa);
De partilha de conhecimentos – pela voz do Srº Engº Adelino Campante que produziu uma excelente palestra relativamente à história dos banhos de Vizela. Igualmente pela apresentação de trabalhos desenvolvidas pelos formandos do curso de Técnicas de Vendas que mostraram alguns dos principais pontos turísticos e outras características de três cidades portuguesas.
De partilha de emoções – pela voz da formanda Madalena Pinto do curso EFA – Técnico Auxiliar de Saúde que expôs algumas das suas pinturas e nos falou um pouco das razões que a levam a pintar.
De partilha de experiências – pelos testemunhos pessoais da formanda Paula Vieira do Curso EFA-Técnico Auxiliar de Saúde e Marinho… do curso EFA-Técnico de Instalações Elétricas, sobre o significado e importância de terem voltado à escola.
De partilha de sabores e de confraternização final que serviu para encerrar a atividade.foto-1foto-2foto-3foto-4
Imprimir

007-Nascido para viver

ligado . Publicado em BE-Open Space (EB) - 2015/2016

Na 5ª feira passada, dia 18, no âmbito da disciplina de Turismo e Lazer, os alunos do 9º VOC concluíram com sucesso a atividade que vinham a desenvolver desde o dia 12 de janeiro de 2016, com o título “007 - Nascido para viver”. Depois de semanas de trabalho, o resultado final surge na forma de uma exposição (no pavilhão B) e na exibição de um dos mais recentes filmes da saga “James Bond – 007” na biblioteca da escola secundária, que foi aberta a todos os alunos, professores e funcionários da escola e ainda a familiares e amigos dos alunos do 9.º VOC.
A organização desta atividade esteve a cargo dos alunos do 9.º VOC que, com a orientação e supervisão da professora Sandra Pereira, criaram equipas específicas para o desenvolvimento dos diferentes trabalhos. Foram várias as valências envolvidas e a necessidade de trabalho cooperativo não só entre os alunos e professores da turma, nomeadamente com a orientação, pelo professor de Hotelaria, Artur Pereira, na confeção das pipocas, como também com outras estruturas da escola, particularmente a biblioteca escolar e o clube de cinema.
O resultado final, tendo em conta o elevado número de pessoas presentes na biblioteca para assistirem ao filme e degustarem as saborosas pipocas e na breve recolha informal que fizemos aos alunos e aos professores presentes, sobre a importância desta atividade, leva-nos a concluir que este tipo de propostas de trabalho é muito útil e positiva principalmente para os organizadores do evento – os alunos do 9ºVOC.
Este reconhecimento “público” demonstrado pelos restantes colegas da escola, ao dizerem “sim” ao convite e comparecerem em grande número na biblioteca, contribui para elevar a autoestima de cada um e a sensação de que são capazes de assumirem a concretização de novos projetos.


Imprimir

A (in)segurança na internet e a violência no namoro

ligado . Publicado em BE-Open Space (EB) - 2015/2016

Na biblioteca da secundária, falamos da (in)segurança na internet e da violência no namoro.
P2110016 2 Na biblioteca da escola secundária, na 1ª hora da manhã de 5ªfeira, dia 11, a Dra. Marta Araújo lançou um desafio aos alunos das turmas 11ºI e 12ºG possibilitando-lhes produzir em conjunto uma reflexão sobre o “amor no namoro”. Afinal, “o que é que fica dentro e o que é que fica fora do coração?P2110020 2 Por outro lado, cremos que alguns dos dados reais que a Dra. Marta apresentou de seguida, provocou nos presentes algum espanto e incredulidade tal a crueza da realidade que nos cerca e principalmente entre os nossos jovens. Tendo como pano de fundo este tema, os alunos assistiram ao filme “Nunca mais” com Jennifer Lopez. 

Na “semana segura”, que sempre acontece na 1ª semana de fevereiro, expomos na biblioteca alguns cartazes que levantam algumas questões pertinentes e cuja resposta nem sempre é fácil de obter. Para além disso, passamos o filme “Bullying virtual” que, considerando as impressões dos alunos e professores que estiveram presentes, foi muito útil pois retrata uma situação, a violência nas redes sociais, e que também já se vai verificando nas nossas escolas.

Ainda à volta deste tema, mais especificamente, da violência no namoro, na 6ª feira, dia 12, pelas 14h, o GNR, agente Silva, fez uma apresentação intitulada “Violência no namoro”. Este momento terá deixado em todos os presentes um conhecimento muito mais real sobre o que é a violência e em particular o tipo de violência que ocorre entre os namorados. No final, estes alunos como manifestaram muito interesse, também eles tiveram oportunidade em assistir ao filme “Bullying virtual”.

P2120021-v2 2 2

Imprimir

Dia Mundial da Filosofia

ligado . Publicado em BE-Open Space (EB) - 2015/2016

Filosofia - Agitadora de (in)consciências...

Sem a Filosofia viveríamos em permanente contradição.

Nunca, em tempo algum, o Homem teve acesso a tanta informação, em tempo real, sobre tudo o que ocorre no Mundo.

O que fazemos com todo este capital informativo? Absolutamente nada, porque não refletimos sobre o que recebemos, nem procuramos compreender para agir. Pelo contrário fechamo-nos na nossa “bolha de convicções” em que nada se questiona, por acomodação e comodismo.

A Filosofia será neste contexto o “alfinete” provocador que irá rebentar a “bolha” protetora em que nos refugiáramos:

Refletindo

Questionando;

Agindo em conformidade.

Enfim, a Filosofia é o nosso despertador do “sono da razão” inibidor de uma prática própria do Homem!