Imprimir

Os Amores de Pedro e Inês

ligado . Publicado em BE-Open Space (EB) - 2017/2018

Trata-se de um musical preparado pelos professores responsáveis pelo Clube de Atividades Culturais, Rítmicas e Expressivas. Os alunos inscritos responderam ao desafio e participaram com muita expressividade. A primeira apresentação pública aconteceu na sexta-feira passada, 20 de maio. Amanhã, o grupo estará na 13ª Feira do Livro de Vizela, pelas 21.00h.

Os amores de Pedro e Inês

Imprimir

Justiça para tod@s - notícia

ligado . Publicado em BE-Open Space (EB)

“Justiça para tod@s”: Uma experiência enriquecedora Em boa hora optamos por inscrever o agrupamento num projeto que nos pareceu aliciante mas, simultaneamente, um enorme desafio a todos os níveis. Iniciativa do IPAV (Instituto Padre António Vieira), com o apoio de vários organismos de âmbito nacional (Fundação Calouste Gulbenkian, Centro de estudos judiciários,….) “Justiça para Tod@s” carateriza-se por ser um Projeto de promoção dos valores democráticos colocando a Educação para a Justiça e o Direito (em especial os Direitos Humanos, das minorias e não discriminação) como ferramenta cívica fundamental num Estado-de-Direito. Todo o processo foi marcado por experiências de valorização pessoal e profissional, por uma aprendizagem de cidadania ativa, em que cada um dos intervenientes se envolveu de forma a aprofundar conhecimentos e partilhar experiências e saberes. O produto final, com a simulação dos julgamentos no Tribunal Judicial de Guimarães, constituiu um momento marcante para os intervenientes, ficando gravado como uma experiência única. Em jeito de balanço, queremos realçar o apoio da direção do Agrupamento, a salutar participação dos dinamizadores do projeto, o excelente contributo da advogada tutora e, claro, a entrega dos intervenientes diretos. Da partilha de experiências e saberes ficou uma aprendizagem enriquecedora alicerçada num ambiente de humanismo, cidadania e de responsabilidade. A articulação entre dois ciclos de ensino ficou, desta forma, ancorada como estratégia de diferenciação pedagógica. Tal afirmação é corroborada por alguns testemunhos que foram apresentados pelos alunos na avaliação efetuada e que se encontram no vídeo (ver no separador "Vídeos").