Imprimir

WORKSHOP - DO TELEMOVEL PARA O MUNDO

ligado . Publicado em BE-Open Space (EB) - 2018/2019

Os pais da do 3.ºE da EB Enxertos responderam muito bem ao convite para o workhop Do telemável para o mundo, e compareceram maioritariamente no dia 10 de janeiro, entre as 18 e as 20 horas, na biblioteca da Escola Básica Caldas de Vizela. No centro desta sessão de curta duração, em que estiveram envolvidos pais e filhos; a professora da turma; Ana Teresa Silva; os professores bibliotecários do Agrupamento (Aníbal Ruão, Elsa Oliveira) e o professor da equipa Qualifica Luís Vila; esteve uma reflexão bastante participada e interativa sobre as vantagens e desvantagens do fácil acesso à Internet e à comunicação global, através do computador ou do telemóvel.

Houve ainda a intervenção de uma convidada especial, a Marcelly, que deu o seu testemunho sobre o tema, partilhando opiniões e experiências pessoais.

panfleto  foto-2 
Este workshop foi o segundo passo de projeto "Todo juntos podemos ler ... passo a passo - A volta ao mundo em 22 contos" apresentado no dia 19 de dezembro na reunião de entrega das avaliações do 1.º período. Neste primeiro momento cada aluno da turma escolheu um conto originário de determinado país, para trabalhar no segundo período.

Os próximos passos incluem o acesso à internet através do computador, dos tabletes ou dos telemóveis, para pesquisa de caraterísticas dos 22 países cujos contos foram selecionados. Além da construção de um cartaz por país, os alunos vão treinar a leitura/dramatização/coreografia dos diferentes contos, com o apoio e participação dos pais/pais.

Seguir-se-á a gravação vídeo da apresentação de cada conto, por duas turmas multimédia (12.ºano) do Agrupamento, de forma a ser criado um repositório de contos multimédia, de forma a fazer chegar a todos os alunos das várias escolas do Agrupamento formas alternativas de leitura e de apreciação de contos/histórias.

LER será a palavra sujacente a todo o projeto independentemente das circuntâncias ou motivações: sozinhos, com a família, para pesquisa, para lazer, para treino de competências orais, usando estratégias tradicionais, usando as novas tecnologias, na sala de aula, na biblioteca, em papel, no digital, em trabalho de sala de aula, em trabalho colaborativo e partilhado ... enfim ... com o fim último de levar outros o ato de LER.
Imprimir

Os Amores de Pedro e Inês

ligado . Publicado em BE-Open Space (EB) - 2017/2018

Trata-se de um musical preparado pelos professores responsáveis pelo Clube de Atividades Culturais, Rítmicas e Expressivas. Os alunos inscritos responderam ao desafio e participaram com muita expressividade. A primeira apresentação pública aconteceu na sexta-feira passada, 20 de maio. Amanhã, o grupo estará na 13ª Feira do Livro de Vizela, pelas 21.00h.

Os amores de Pedro e Inês

Imprimir

Justiça para tod@s - notícia

ligado . Publicado em BE-Open Space (EB)

“Justiça para tod@s”: Uma experiência enriquecedora Em boa hora optamos por inscrever o agrupamento num projeto que nos pareceu aliciante mas, simultaneamente, um enorme desafio a todos os níveis. Iniciativa do IPAV (Instituto Padre António Vieira), com o apoio de vários organismos de âmbito nacional (Fundação Calouste Gulbenkian, Centro de estudos judiciários,….) “Justiça para Tod@s” carateriza-se por ser um Projeto de promoção dos valores democráticos colocando a Educação para a Justiça e o Direito (em especial os Direitos Humanos, das minorias e não discriminação) como ferramenta cívica fundamental num Estado-de-Direito. Todo o processo foi marcado por experiências de valorização pessoal e profissional, por uma aprendizagem de cidadania ativa, em que cada um dos intervenientes se envolveu de forma a aprofundar conhecimentos e partilhar experiências e saberes. O produto final, com a simulação dos julgamentos no Tribunal Judicial de Guimarães, constituiu um momento marcante para os intervenientes, ficando gravado como uma experiência única. Em jeito de balanço, queremos realçar o apoio da direção do Agrupamento, a salutar participação dos dinamizadores do projeto, o excelente contributo da advogada tutora e, claro, a entrega dos intervenientes diretos. Da partilha de experiências e saberes ficou uma aprendizagem enriquecedora alicerçada num ambiente de humanismo, cidadania e de responsabilidade. A articulação entre dois ciclos de ensino ficou, desta forma, ancorada como estratégia de diferenciação pedagógica. Tal afirmação é corroborada por alguns testemunhos que foram apresentados pelos alunos na avaliação efetuada e que se encontram no vídeo (ver no separador "Vídeos").